O prazo para entrega da declaração de Imposto de Renda chega ao fim nesta sexta-feira (29), e muita gente pode estar diante de um dilema: não conseguir reunir toda a documentação a tempo, o que fazer diante disso? Não importa se você está sem todos os documentos que precisa, entregue sua declaração dentro do prazo para evitar multa. De acordo com a Receita Federal, a penalidade pelo atraso na declaração pode variar de R$ 165,74 até 20% do imposto da renda do contribuinte.

Não faz sentido deixar o prazo vencer sem entregar a declaração porque existe a possibilidade de retificar as informações equivocadas depois da data limite da entrega. A Receita permite que a retificação seja feita dentro de um prazo de cinco anos após a entrega da declaração, mas o aconselhável é corrigir o que for preciso o quanto antes. Isso porque se o contribuinte cair na malha fina, perde o direito à retificação e ainda sofre autuação pela Receita.

Sendo assim, o mais indicado é declarar seu Imposto de Renda incompleto, mas dentro do prazo, e buscar o que estiver faltando o mais rápido possível para que seja feita a retificação.

Nesta situação, existem dois desdobramentos possíveis: na hora de fazer a retificação, você percebe que deixou de declarar o dinheiro de um pagamento, bônus ou qualquer remuneração parecida. Sendo assim, será preciso fazer essa compensação. De acordo com as regras da Receita, basta que o contribuinte faça os cálculos da diferença entre o novo valor de imposto devido e o valor anterior. Em seguida, é preciso emitir um novo Documento de Arrecadação para o pagamento dessas diferenças, somados aos acréscimos legais.

O segundo cenário possível é o inverso: na hora da retificação, o contribuinte percebe que teve redução do imposto, ou seja, que tem uma restituição a receber. Neste caso – já que estamos falando de uma retificação feita logo após o vencimento do prazo de entrega da declaração de IR -, é preciso pedir o ressarcimento do valor pago a mais. Isso pode ser feito pelo próprio site da Receita, através deste link. Quando o contribuinte demora a fazer a retificação e já pagou quotas de imposto com valor acima do que deveria, é possível abater a diferença nas quotas que ainda estiver a pagar.

Como já estamos na reta final, é recomendado que não deixe para o final do dia 29 (sexta-feira) para cumprir com a obrigação. Em regra, é bem grande o volume de pessoas que deixam para entregar a declaração na última hora, o que acaba gerando congestionamento no site e causando um enorme estresse. Evite contratempos maiores e corra contra o relógio para entregar a sua o quanto antes.